Menu Interno


Marfrig Global Foods reduz em 15% o uso de água na pecuária


Com Sistema de Gestão Eficiente do Uso da Água e investimento de R$ 7,8 milhões para mitigar o impacto de suas ações no meio ambiente, Companhia é referência em sustentabilidade em 2015

São Paulo, 24 de outubro – A Marfrig Global Foods, uma das maiores empresas do mercado de proteína global e referência em sustentabilidade no setor, informa em seu Relatório Anual de Sustentabilidade de 2015 ter reduzido em cerca de 15% o consumo de água em dez das unidades de sua Divisão Beef. Lançado nesta segunda-feira, o relatório integra um amplo conjunto de iniciativas sustentáveis da Companhia, entre elas as melhores práticas de bem-estar animal, tendo atingindo Tier 2 no relatório BBFAW (Business Benchmark on Farm Animal Welfare); o compromisso público com o Greenpeace de combater o desmatamento do Bioma Amazônia na cadeia da pecuária; e o monitoramento de 100% de seus fornecedores para garantir um produto ambientalmente correto de sua origem até a mesa do consumidor.

Com a implementação do Sistema de Gestão Eficiente do Uso da Água, as unidades envolvidas no projeto economizaram 1,2 milhão de m³ de água nos últimos cinco anos, passando de 7,9 milhões m³ em 2010 para 6,7 milhões m³ em 2015. O resultado, que está no Relatório Anual e de Sustentabilidade 2015 da empresa, é parte de um projeto que tinha como meta inicial reduzir em 2% o consumo total de água dessas plantas, minimizando o impacto das operações na comunidade e no meio ambiente. 

A Marfrig Global Foods conclui mais um ciclo bem-sucedido de esforços para mitigar os impactos ambientais de suas operações, posicionando-se como uma das empresas pioneiras em sustentabilidade do agronegócio brasileiro. “Temos trabalhado constantemente para consolidar nossa posição de líder global em sustentabilidade na cadeia da carne bovina, incluindo ações na sustentabilidade em todos os nossos negócios, seja controle do uso de energia, gestão dos recursos hídricos, programas de reciclagem, ações direcionadas à pecuária sustentável e ao bem-estar animal”, diz Leonel Almeida, gerente de sustentabilidade da Divisão Beef.

Em 2015, os investimentos em ações na Marfrig Global Foods para proteção ambiental totalizaram R$ 7,8 milhões. A Companhia adotou sistemas de monitoramento para maximizar o uso correto e reduzir o impacto ambiental de suas ações. As iniciativas incluem investimentos significativos na utilização de energia de fontes renováveis, como casca de amendoim, maravalha (aparas de madeira) e pó de serra, além de briquete (resíduos de madeira), bagaço de cana e lenha de reflorestamento.

Referência global em Responsabilidade Social Corporativa e Sustentabilidade, a Divisão Keystone também atuou fortemente na redução do consumo de energia. Uma das maiores fornecedoras de alimentos processados do planeta, a unidade de negócios com sede nos Estados Unidos reduziu o consumo de energia em 3,7% a partir de medidas que visaram a eficiência, indo desde a simples melhoria da iluminação à instalação de avançados sistemas de controle.

Emissões

O impacto de suas ações na atmosfera é outro ponto de atenção da Marfrig Global Foods. A Política de Mudanças Climáticas e Recursos Naturais estabelece a adequação das atividades industriais, comerciais e de serviços à economia de baixo carbono. Premiada duas vezes com o selo Ouro do Programa Brasileiro GHG Protocol, a companhia realiza desde 2010 inventários anuais de Gases do Efeito Estufa (GEE), importante ferramenta para o direcionamento de ações alinhadas às estratégias de meio ambiente. Segundo o inventário, a empresa conseguiu reduzir em 1,6% as emissões diretas dos processos próprios (Escopo 1) e em 1,3% as emissões indiretas de energia adquirida (Escopo 2).

Além disso, a Divisão Beef reforçou seu compromisso público assinado junto ao Greenpeace, não sendo identificada qualquer operação irregular nos critérios socioambientais para aquisição de animais. A auditoria, realizada durante o último ano, comprovou por amostragem que toda compra de gado passa por um processo que verifica se a propriedade de origem já foi citada em alguma das listas de trabalho escravo, esteja situada em áreas embargadas pelo IBAMA ou em desacordo com os critérios do monitoramento geoespacial. O sistema de compras da Divisão Beef impede automaticamente qualquer tentativa de aquisição de bovinos de fazendas bloqueadas, garantindo a origem do gado.

Os resultados expressados no Relatório Anual e de Sustentabilidade 2015 refletem a busca da Companhia pela sustentabilidade em todas as dimensões de seus negócios. “O ano de 2015 foi extremamente positivo na conquista de nossos objetivos. Demos passos fundamentais para manter a Marfrig Global Foods no caminho do crescimento sustentável de longo prazo e de sua consolidação na liderança no setor de proteína animal”, diz Martín Secco, CEO da Marfrig Global Foods. “A sustentabilidade é extremamente importante em nossa estratégia, pois nosso negócio está intimamente ligado a questões como uso da terra e dos recursos naturais”, complementa Leonel.

Estas e outras informações estão disponíveis no Relatório Anual e de Sustentabilidade 2015. Para ter acesso ao documento completo, acesse: http://www.marfrig.com.br/pt/sustentabilidade



Voltar